Receba por e-mail:






11/04/2018
Compartilhar no Twitter Compartilhar no Orkut Compartilhar no Facebook
Comentários

1/3 dos deputados trocam de partido

1/3 dos deputados trocam de partido

Dez, dos 30 deputados estaduais, trocaram de partido político durante a janela partidária, de 7 de março ao dia 6 de abril. Nesse período, os políticos puderam se desfiliar sem prejudicar seus mandatos, de acordo com a Emenda Constitucional 91/2016.

Com as mudanças, o MDB, o PRB e o PSB passaram a dividir a liderança no tamanho das bancadas, cada um com três representantes no Parlamento. O posto era ocupado pelo MDB sozinho, que tinha sete cadeiras na Casa e perdeu quatro parlamentares: Erick Musso, que migrou para o PRB; Esmael Almeida, que foi para o PSD; Gildevan Fernandes, que mudou para o PTB; e Marcelo Santos, que fechou com o PDT.

O PRB, que não tinha representação na Assembleia*, acabou ganhando três: além de Erick Musso, conta com Amaro Neto e Hudson Leal. Com a saída de Amaro e também de Raquel Lessa – que foi para o Pros – o Solidariedade perdeu sua representação no plenário. Já com a mudança de Hudson Leal, o Podemos também não conta com mais nenhuma cadeira na Assembleia Legislativa.

O PTB, que também não tinha nenhum nome na Casa, ganhou a filiação do deputado Gildevan Fernandes. Já o PSB passou a contar com três parlamentares, com a filiação do ex-tucano Sergio Majeski, que se juntou a Bruno Lamas e Freitas.

Do PDT saíram dois nomes e entrou um. Da Vitória foi para o PPS e Euclério Sampaio para o PSDC (sigla que não tinha representação no Legislativo estadual). Já Marcelo Santos deixou o MDB e se juntou ao líder do governo, Rodrigo Coelho.

O PSD, que tinha apenas um deputado – Enivaldo dos Anjos – passou a contar com a participação de Esmael Almeida. Confira abaixo a nova composição das bancadas partidárias na Assembleia Legislativa:

 

Com três deputados

- Movimento Democrático Brasileiro (MDB): Doutor Hércules, José Esmeraldo e Luzia Toledo; 

- Partido Republicano Brasileiro (PRB): Amaro Neto, Erick Musso e Hudson Leal;

- Partido Socialista Brasileiro (PSB): Bruno Lamas, Freitas e Sergio Majeski.

 

Com dois deputados:

- Partido Democrático Trabalhista (PDT): Rodrigo Coelho e Marcelo Santos

- Partido dos Trabalhadores (PT): Nunes e Padre Honório

- Partido Republicano da Ordem Social (Pros): Raquel Lessa e Sandro Locutor

- Partido Republicano Progressista (PRP): Almir Vieira e Dary Pagung

- Partido Social Democrático (PSD): Enivaldo dos Anjos e Esmael Almeida

 

Com um deputado:

- Democratas (DEM): Theodorico Ferraço;

- Partido da Mobilização Nacional (PMN): Janete de Sá;

- Partido da República (PR): Gilsinho Lopes;

- Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB): Pastor Marcos Mansur;

- Partido Ecológico Nacional (PEN): Dr. Rafael Favatto;

- Partido Popular Socialista (PPS): Da Vitória;

- Partido Progressista (PP): Jamir Malini;

- Partido Social Democrata Cristão (PSDC): Euclério Sampaio;

- Partido Trabalhista Brasileiro (PTB): Gildevan Fernandes;

- Partido Trabalhista Cristão (PTC): Eliana Dadalto;

- Rede Sustentabilidade (Rede): Marcos Bruno.

 

*Siglas sem representação na Assembleia Legislativa conforme composição inicial do plenário na eleição de 2014.



Fonte: Assembleia Legislativa do Estado do Espírito Santo


Leia mais:


Comentários

ar2
Assine os Feeds RSS Compartilhar no Twitter Compartilhar no Orkut Compartilhar no Facebook Resultados no Bing Resultados no Google
© 2011, Política Capixaba - Todos os direitos reservados
Subir