Receba por e-mail:






21/02/2017
Compartilhar no Twitter Compartilhar no Orkut Compartilhar no Facebook
Comentários

O dilema Serrano

O dilema Serrano

A eleição de 2016 foi atípica em todo Brasil: somente 45 dias, proibição das doações de pessoas jurídicas e restrições consideráveis na propaganda visual. Mesmo com todos esses elementos inusitados, o município de Serra conseguiu surpreender mais uma vez a todos. Antigos aliados e agora arqui-inimigos, a dupla VIDI x FAX protagonizou mais uma luta pesada, onde parece que tudo era permitido (até golpe abaixo da cintura e dedo no olho). Após se recuperar de grave enfermidade, Audifax emergiu com um discurso messiânico (orientado pela marqueteira Jane Mary) e conseguiu o triunfo, por uma pequena margem de votos. 
Vidigal saiu chamuscado de sua segunda derrota consecutiva para seu antigo pupilo (quem traiu quem afinal de contas?) e agora resta se contentar com a reeleição para a Câmara dos Deputados. Audifax venceu, mas fez muitos acordos nos bastidores que podem dificultar o seu governo. Em pouco menos de dois meses já enfrenta manifestação de servidores, notas de repúdio de vários sindicatos e ruídos com os vereadores que começam a fragmentar a base aliada. Diante da tempestade política que se aproxima, Audifax se vê diante de uma encruzilhada: Renuncia ao mandato na metade para disputar o governo estadual com mínimas chances de vitória (seria uma possível disputa contra medalhões como Rose de Freitas, PH, Ferraço ou Casagrande) ou termina o mandato em 2020 e fica dois anos na planície (sem estrutura e visibilidade), tendo na cola um Vidigal sedento por revanche? Dizem algumas raposas políticas da Serra terem achado uma solução: Como bons cristãos, Serginho (apelido carinhoso de Vidigal) e Charlinho (apelido carinhoso de Audifax) poderiam subir o Mestre Álvaro de mãos dadas e clamar pela conciliação divina.

Só observa
Quem observa tudo com muita cautela e perspicácia é a família Lamas, com Bruno na Assembléia Legislativa e Márcia na Vice Prefeitura. Qualquer movimentação de Audifax pode abrir o caminho para que a cidade de Serra seja finalmente comandada pelo clã dos Lamas.

Leite Derramado
Enquanto isso, Vandinho Leite, quase eleito deputado federal em 2014 e quase eleito vice prefeito em 2016, segue mergulhado. Será que em 2018 ele ganha alguma eleição ou fica no quase pela terceira vez? Da até pra pedir música no Fantástico.

Fim do Mundo
Da Serra pra Fundão, a crise parece não ter fim. A Polícia Civil levou todo mundo (ex-candidato a prefeito e vereadores) para ter uma conversinha na delegacia, sobre supostos esquemas de corrupção na cidade.

Arca de PH
O governador Paulo Hartung deve anunciar em breve seu novo secretariado,visando o pleito eleitoral de 2018. Na arca devem estar alguns candidatos a prefeito, derrotados nas urnas em 2016, entre eles Rodney Miranda e Neucimar Fraga. 


Texto e Ilustração por: Arnóbio Manso Paganotto 




Leia mais:


Comentários

ar2
Assine os Feeds RSS Compartilhar no Twitter Compartilhar no Orkut Compartilhar no Facebook Resultados no Bing Resultados no Google
© 2011, Política Capixaba - Todos os direitos reservados
Subir